segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Benfica vencedor.

Muito bem, sim senhor. Finalmente uma abada das antigas. Foram 6 golos contra 1, mas até poderiam ter sido mais. Bem, vou começar pelo trecho óbvio, o início. O Benfica entrou forte mas com uma boa réplica por parte do Boavista. A equipa da Luz inaugura o marcador por Cardozo que de pé esquerdo estabelece o 1-0 após grande jogada de Rui Costa. Já na segunda parte, Kalanga do Boavista é expulso, e para aqueles que poderiam pensar, ainda que legitimamente, que o Boavista iria abrandar, enganaram-se. Pouco depois o Boavista empata por Jorge Ribeiro, antigo jogador do Benfica . Nesta altura receava-se que o Benfica não conseguisse marcar e vencer o jogo, porém a reacção foi óptima e surgiram 5 golos de rajada. Primeiro Maxi Pereira, depois Rodriguez, mais tarde Di Maria com “ajuda” de Ricardo Silva que acabou por colocar a bola dentro da baliza, e Nuno Gomes por duas vezes, a primeira da penalty e a segunda de jogo corrido. O resultado ficou em 6-1 com justiça. Devo ainda fazer referência a três factos extra-golos. Primeiro a falta para expulsão de Ricardo Silva que o árbitro não viu que provocou a lesão de Cardozo que deverá ficar ausente 10 dias. Segundo, o penalty falhado por Bergessio, que apesar da oportunidade que teve, e já vão muitas, continua a falhar. Porém espero que o jogador finalmente entre no caminho dos golos. Terceiro, as declarações do treinador do Boavista que apesar de ter dito que ele tinha responsabilidades não deixou de referir a arbitragem como facto negativo do jogo, quando foi claro que a equipa prejudicada foi o Benfica em foras-de-jogo mal assinalados e um cartão vermelho por mostrar a um jogador do Boavista.
O Benfica vence assim pela 6ª vez neste campeonato e consegue manter-se um ano sem perder para o campeonato. È um facto positivo para o Benfica, porém é necessário observar o número de empates, que foi de facto elevado. È real que os empates dão pontos mas o Benfica é capaz de fazer mais. No final desta jornada 10 o Benfica encurtou para 4 pontos a distância para o líder e aumentou para 3 pontos a distância para o terceiro classificado.
Espero a continuidade da série vitoriosa e imbatível do Benfica que depende de si para ser campeão.

1 comentário:

Apu disse...

Este texto vem em resposta ao último texto publicado pelo Senhor Doutor que infelizmente numa dissertação menos conseguida veio para este espaço vangloriar o Benfica.
Em primeiro lugar penso que já existem muitos auto intitulados especialistas em futebol, ninguém precisa que este blogue se torne em mais um dos muitos espaços de discussão sobre o futebol actualmente presentes no jornalismo português.
Sobre o dito jogo pode-se falar no que diz respeito à arbitragem, o facto de o arbitro se ter esquecido de ver uma mão na bola por parte daquele "jogador" chamado Binya. Pode-se falar também na manchete do jornal A Bola que dizia "um jogo à Benfica". Na minha opinião se tivesse sido de facto um jogo à Benfica teria-se assistido a um jogo de má qualidade que terminaria com um empate ou derrota da equipa da luz.